19 de fevereiro de 2010

O Amor do Pequeno Principe

Desde agora, cinco horas da tarde, até a hora em que for dormir, estarei sozinho, porque disse a todos os meus amigos que estava muito cansado e não queria ver ninguém.

A menininha para quem cuidadosamente reservei esse tempo livre nem se du o trabalho de me avisas que não viria.

Descubro com melancolia que o meu egoísmo não era tão grande assim, pois dei ao outro o poder de me magoar.

Meninina, foi com carinho que lhe dei esse poder. É com melancolia que a vejo usá-lo.

Os contos de fada são assim. Uma manhã, a gente acorda e diz: "Era só um conto de fadas..." E a gente sorri de si mesma. Mas, no fundo, não estamos sorrindo. Sabemos muito bem que os contos de fadas são a única verdade da vida.

A espera, os passos leves. Depois as horas que correm frescas como um riacho em meio à relva sobre seixos brancos. Os sorrisos, as palavras sem importância que são tão importantes. Escutamos a música do coração: é linda, linda para quem sabe ouvir...

Queremos muitas coisas, é claro. Queremos colher todos os frutos e todas as flores. Queremos sentir o cheiro de todos os campos. Queremos brincar. Será mesmo brincar? Nunca sabemos onde começa a brincadeira nem onde ela acaba, mas sabemos que somos carinhosos. E ficamos felizes.

Não gosto da estação interior que substituiu minha primavera: uma mistura de decepção, de secura e de rancor. Mergulho num tempo vazio onde não tenho mais motivo para sonhar. O mais triste num sofrimento é se perguntar : "Vale a pena?"

Vale a pena todo esse sofrimento por quem nem mesmo pensa em avisar? Certamente não. Entaõ nem sofrimento se tem mais, e isto é ainda mais triste.

Não há Pequeno Príncipe hoje, nem haverá nunca mais. O Pequeno Prícipe morreu. Ou então tornou-se cético. Um Pequeno Principe cético não é mais um Pequeno Príncipe. Fiquei magoado com você por tê-lo destruído.

Também não haverá mais carta, nem telefonema, nem sinal. Não fui muito prudente, e não pensei que pouco a pouco, com isso, arriscava um pouco de sofrimento. Mas eis que me feri na roseira ao colher uma rosa.

A roseirá dirá: "Que importância eu tinha para você?" Chupo meu dedo, que sangra um pouquinho, e respondo: "Nenhuma, roseira, nenhuma. Nada tem importância na vida. (Nem mesmo a vida.) Adeus roseira."

17 de fevereiro de 2010

Se Puder Sem Medo


Deixa em cima desta mesa a foto que eu gostava
Pr'eu pensar que o teu sorriso envelheceu comigo
Deixa eu ter a tua mão mais uma vez na minha
Pra que eu fotografe assim meu verdadeiro abrigo
Deixa a luz do quarto acesa a porta entreaberta
O lençol amarrotado mesmo que vazio
Deixa a toalha na mesa e a comida pronta
Só na minha voz não mexa eu mesmo silencio
Deixa o coração falar o que eu calei um dia
Deixa a casa sem barulho achando que ainda é cedo
Deixa o nosso amor morrer sem graça e sem poesia
Deixa tudo como está e se puder, sem medo
Deixa tudo que lembrar eu finjo que esqueço
Deixa e quando não voltar eu finjo que não importa
Deixa eu ver se me recordo uma frase de efeito
Pra dizer te vendo ir fechando atrás da porta
Deixa o que não for urgente que eu ainda preciso
Deixa o meu olhar doente pousado na mesa
Deixa ali teu endereço qualquer coisa aviso
Deixa o que fingiu levar mas deixou de surpresa
Deixa eu chorar como nunca fui capaz contigo
Deixa eu enfrentar a insônia como gente grande
Deixa ao menos uma vez eu fingir que consigo
Se o adeus demora a dor no coração se expande
Deixa o disco na vitrola pr'eu pensar que é festa
Deixa a gaveta trancada pr'eu não ver tua ausência
Deixa a minha insanidade é tudo que me resta
Deixa eu por à prova toda minha resistência
Deixa eu confessar meu medo do claro e do escuro
Deixa eu contar que era farsa minha voz tranqüila
Deixa pendurada a calça de brim desbotado
Que como esse nosso amor ao menor vento oscila
Deixa eu sonhar que você não tem nenhuma pressa
Deixa um último recado na casa vizinha
Deixa de sofisma e vamos ao que interessa
Deixa a dor que eu lhe causei agora é toda minha
Deixa tudo que eu não disse mas você sabia
Deixa o que você calou e eu tanto precisava
Deixa o que era inexistente e eu pensei que havia
Deixa tudo o que eu pedia mas pensei que dava

Oswaldo Montenegro

11 de fevereiro de 2010

Meu irmão.

 Mew ele é o meu nego,  ele me tira do serio muitas³ vezes, mas sao muitas as vezes em que fico seria por ele.
Agente vive junto, agente se da bem,  agente briga, agente chora, eu confio nele e ele confia em mim.
Sou 9 anos mais velha que ele, mais ele jura que sabe mais da vida do que eu  ¬¬
Teimo em cuidar dele como se ainda fosse um bebezinho de colo, e ele teima em dizer que ja nao precisa de cuidados como antes. Ele me protege como pode, e eu ? Bom eu protejo ele de qualquer jeito.
Se agente fica junto, sempre junto, ele judia de mim, e se agente fica longe, muito longe quando ele volta a me ver, me da um grande abraço, mais depois ... judia de mim.

Ele se acha na idade de namorar, mais MEW nao aceito (y)
¬¬

E nao quero falar sobre essas coisas de namorar. ¬¬

Ele reclama que sou ciumenta e possessiva, no fundo ele nem sabe o que é ser possessiva, fala mais nao sabe oqe é
kkkkkkkk
Ta bom!! Eu sou ciumenta. Eu assumo. Mais possessiva ?

Enfim, hoje matei a saudade do meu nego e é tao bom ter minha mae e meu irmao por aqui, nao me vejo sem eles. E nem deveria me ver.





A claro Eduardo Henrique esta pra chegar ... A Monica entrou em trabalho de parto agora pela noite, o mocinho vai nascer prematuro de 8 meses, esse ai é da familia mesmo e nao nega. 
Que tenha muita saude, que traga muita paz e felicidade pra toda a familia, principalmente pros pais e para os avos. A e que se ele tiver o olhinho azul eu juro que nao vou querer pra mim =Pp
Parabéns Pai Dú ( to perdendo o ultimo colo que me restava ) Parabéns Monica.
Muita felicidade pra todos nos.


ps: Sao Paulo estreia na Libertadores com vitória sobre o Monterrey de 2x0. É so o começo da gargalhada vamos esperar pelo centenário.

9 de fevereiro de 2010

A Idiotice é vital para a Felicidade

Gente chata essa que quer ser séria, profunda e visceral sempre. Putz! A vida já é um caos, pq fazermos dela, ainda por cima, um tratado? Deixe a seriedade para as horas em que ela é inevitável: mortes, separações, dores e afins. No dia-a-dia, pelo amor de deus, seja idiota! Ria dos próprios defeitos. E de quem acha defeitos em vc. Ignore o que o boçal do seu chefe disse.

Pense assim: quem tem que carregar aquela cara feia, todos os dias, inseparavelmente é ele, pobre dele! Milhares de casamentos acabaram-se não pela falta de amor, dinheiro, sexo, sincronia, mas pela ausencia de idiotice. Trate seu amor como seu melhor amigo, e ponto. Quem disse que é bom dividirmos a vida com alguém que tem conselhos para tudo, soluções sensatas, mas não consegue rir quando tropeça?

Hahahaha. Alguem que sabe resolver uma crise familiar, mas não tem a menor idéia de como preencher as horas livres de um fim de semana? Qto tempo faz que vc não vai ao cinema? É bem comum gente que fica perdida quando se acabam os problemas. E dai, o que elas farão se já não têm pq se desesperar? Desaprenderam a brincar. Eu não quero alguém assim comigo. Vc quer? espero que não. Tudo o que é mais difícil é mais gostoso, mas... a realidade já é dura, piora se for densa. Dura, densa e bem ruim.

Brincar é legal. Entendeu? esqueça o que te falaram sobre ser adulto, tudo aquilo de não brincar com comida, não falar besteiras, não ser imaturo, não chorar, não andar descalço, não tomar chuva. Pule corda! Adultos podem (e devem) contar piadas, passear no parque, rir alto e lamber a tampa do iogurte. Ser adulto não é perder os prazeres da vida - e esse é o único "não" realmente aceitável. Teste a teoria. Uma semaninha, para começar. Veja e sinta as coisas como se elas fossem o que realmente são: passageiras.

Acorde de manhã e decida entre duas coisas: ficar de mau humor e transmitir isso adiante ou sorrir... Bom mesmo é ter problema na cabeça, sorriso na boca e paz no coração! Alias, entregue os problemas nas mãos de Deus e que tal um cafezinho gostoso agora? "a vida é uma peça de teatro que não permite ensaios" "por isso cante, chore, dance e viva intensamente antes que a cortina se feche".

Arnaldo Jabor

8 de fevereiro de 2010


Fabricio quando agente pega pra relembrar a época que nos conhecemos, é quase inacreditável que estamos juntos hoje.
Mais é nessas horas que a vida mostra o quanto é cheias de surpresas, de acontecimentos esperados e inesperados. E eu arrisco a dizer que o nosso relacionamento tem uma pitadinha de tudo, de surpresas esperadas; por que nos dois esperávamos por uma paixão repentina, trombar com alguém na rua e então ver o amor surgindo entre os olhos. De surpresa inesperada; por que eu tenho certeza que apesar dos nossos recadinhos com duplos sentidos, das minhas cantadas baratas, da tua forma discreta e insegura de corresponder não imaginávamos que encontraríamos o amor, um no outro.
Mais temos a vida e teus truques pra isso, pra unir as pessoas, pra mostrar nas tuas mágicas que o que procuramos por muitas vezes esta ali, aqui, na nossa frente. E a minha vida se uniu a tua pra me mostrar o quanto  vc estava perto, pra me mostrar que você não era apenas o meu  ‘xodozinho’, você também era o meu amor.
Agradeço tanto e todos os dias por ter conhecido você, por ter despertado em você um sentimento que nem eu mesma me dava conta que existia.
E hoje meu amor você ficou triste, não comigo eu sei que não, mais com a situação a qual estão tentando botar agente, hoje pela primeira vez te senti frágil e isso me machucou por dentro, não é que você não possa se sentir assim ou ter teus momentos de fragilidade diante das situações, mais sim pelo fato de que o meu coração sente o teu e o teu coração é tão puro, verdadeiro que não merece ser entristecido por uma pessoa sem a essência que existe dentro de você. Você disse que agente vive no nosso mundo, tentamos apenas acertar, nos entender e viver bem, feliz se possível, mais que tem alguém que não suporta ver isso e você achava tudo tão injusto. . . Naquela hora eu não soube o que te falar, so senti uma vontade tremenda de chorar pra tentar aliviar o que você estava sentindo naquele momento, e foi o que eu fiz, e vc mesmo precisando de colo me ofereceu o teu, secou as minhas lágrimas que eram derramadas por você. Eu não soube o que te dizer ali naquela hora, mais vou tentar te dizer agora que o que eu sinto a respeito de tudo isso e eu sei é  que não vai durar pra sempre toda essa tempestade, ninguém vai continuar tirando a nossa paz pra sempre, ninguém vai poder tirar de nos os nossos sentimentos apenas com palavras por cima de palavras, o nosso amor vai além disso, além de uma profissão, da cor dos teus olhos, é isso o que essa criatura não entende, e eu acho que a vida tem sido justa com essa pessoa sim, e com nos dois também, apesar de tudo nos temos coisas pra nos ocupar, não precisamos viver a vida de ninguém temos a nossas vidas pra viver e nosso tempo não tem dado pra isso né, nos sempre queremos mais...
E pelo visto a Srt Fulaninha não sabe como é ter uma vida assim, ou ate sabe, mais já não tem essa vida e isso é por conta da justiça.
Não vai acontecer nada de ruim com agente, nossas brigas não vão passar de briguinhas que nos uni MUITO mais depois de resolvidas. Eu te amo e te amo e vou continuar te amando sempre em todos os nossos momentos, em todas as nossas situações

6 de fevereiro de 2010

Ouvindo Biquini Cavadão e ...



*¹' Mais daqui a um mês quando você voltar, a lua vai estar cheia e no mesmo lugar'

É assim que é, a vida nao para pra me olhar, nem para pra me esperar. Eu dito o ritmo, mais a vida dança no ritmo dela e nao se incomoda se dançar acelerado na musica lenta ou visse e versa, é brega. E eu, bom, eu fico tentando nao errar os passos, fico tentando acertar os passos na verdade.

*¹' Se eu pudesse escolher outra forma de ser, eu seria você. E a saudade aqui agora, quanto tempo sera que demora um mês pra passar ?'

*²'Um gosto de lágrimas no rosto.'

Ouvir Biquini Cavadão em uma noite como é essa é querer conversar com mil pessoas e estar em casa sozinha.
O meu celular ja tocou cinco vezes, grandes amigos me chamando pra sair, conversar, dançar, mais não...
Nenhum deles é ele.

*³'Como é o seu rosto, qual é o gosto que eu nunca senti.'


'As curvas no caminho, meus olhos tão distantes,
Eu quero te mostrar os lugares que encontrei
Como o céu pode mudar de cor quando encontra o mar
Um sonho no horizonte, uma estrela na manhã
De repente a vida pode ser uma viagem
E o mundo todo vai caber nesta canção
Vou te pegar na sua casa, deixa tudo arrumado
Vou te levar comigo pra longe
Tanta coisa nos espera, me espera na janela
Vou te levar comigo
Eu quero te contar as histórias que ouvi
E nas diferenças vou te encontrar
O amor vai sempre ser amor em qualquer lugar
Vou te pegar na sua casa, deixa tudo arrumado
Vou te levar comigo pra longe
Tanta coisa nos espera, me espera na janela
Vou te levar comigo '

Talvez eu ainda acredite mesmo fingindo que não mais.


*¹ - Quanto tempo demora um mês - Biquini Cavadão.
*² - Em algum lugar no tempo - Biquini Cavadão
*³- Você existe eu sei - Biquini Cavadão

5 de fevereiro de 2010

Faz de Conta



Não respondo teus e-mails, e quando respondo sou ríspido, distante, mantenho-me alheio: Faz de conta que te odeio.
Te encho de palavras carinhosas, não economizo elogios, me surpreendo de tanto afeto que consigo inventar, sou uma atriz, sou do ramo:Faz de conta que eu te amo.
 Estou sempre olhando pro relógio, sempre enaltecendo os planos que eu tinha e que os outros boicotaram, sempre reclamando que os outros fazem tudo errado: Faz de conta que eu dou conta do recado.
Debocho de festas e de roupas glamurosas, não entendo como é que alguém consegue dormir tarde todas as noites, convidados permanentes para baladas na área vip do inferno: Faz de conta que eu ano quero.
Choro ao assistir o tele-jornal, lamento a dor dos outros e passo noites em claro tentando entender corrupções, descasos, tudo o que demonstra o quanto foi desperdiçado meu voto: Faz de conta que eu me importo.
Digo que perdôo, ofereço cafezinho, lembro dos bons momentos, digo que os ruins ficaram no passado, que já não lembro de nada, pessoas maduras sabem que toda mágoa é peso morto: Faz de conta que eu nao sofro.
Cito Aristóteles e Platão, aplaudo ferros retorcidos em galerias de arte, leio poesia concreta, compro telas abstratas, fico fascinada com um arranjo techno para uma música clássica e assisto sem legenda o mais recente filme romeno: Faz de conta que eu entendo.
Tenho todos os ingredientes para um sanduíche inesquecível, a porta da geladeira está lotada de imãs de tele-entrega, mantenho um bar razoavelmente abastecido, um pouco de sal e pimenta na despensa e o fogão tem oito anos, mas parece zerinho: Faz de conta que eu cozinho.
Bem-vindo à Disney, o mundo da fantasia, qual é o seu papel? Você pode ser um fantasma que atravessa paredes, ser anão ou ser gigante, um menino prodígio que decorou bem o texto, a criança ingênua que confiou na bruxa, uma sex symbol a espera do seu cowboy: Faz de conta que nao doi.


Martha Medeiros

3 de fevereiro de 2010

Eu levo a serio mais você disfarça.



Nessas noites em que vou me deitar com a luz do banheiro acesa acho que o abajur tem se magoado.
Nesses dias em que as roupas ficam jogadas em cima da cama, no chão, na cadeira, acho que o guarda-roupas tem se magoado.

Como sera que os dinossauros dormiam ?

Esses dias em que me faz morrer tenho sobrevivido respirando por uma mangueira, você nao sabe, eu descobri hoje.

Nesses dias tenho preferido a musica no lugar do silencio ...

O bom de morar sozinha é poder se vestir so quando vai sair de casa.

















. Dica: Djavan - Te devoro.

Um e-mail que me encantou....

Recebo todos os dias dezenas de e-mais, de amigos, colegas, conhecidos e desconhecidos com todos os tipos de mensagens, confesso que alguns eu nem abro. Mais este pelo nome me chamou atenção e o veja só então o que me reservou o conteúdo.



O Semeador de Estrelas - uma foto em dois tempos

O "Semeador de Estrelas" é uma estátua que está em Kaunas, Lituânia. Durante o dia pode até passar despercebida, como mostra a foto. Um bronze a mais, herança da época soviética:


Mas quando a noite chega, a estátua justifica seu título.
Com a escuridão seu nome passa a fazer sentido.

Que a estrada se abra à sua frente,
Que o vento sopre levemente às suas costas,
Que o sol brilhe morno e suave em sua face,
Que a chuva caia de mansinho em seus campos...
E,.... até que nos encontremos de novo,
Que Deus lhe guarde na palma de Suas mãos."
(Prece Irlandesa)


Dica: Ouça Anjos do Hanngar - Aprendiz.